[ editar artigo]

VOCÊ CONHECE O DEFI?

VOCÊ CONHECE O DEFI?

 

DEFI – DECENTRALIZED FINANCES ou FINANÇAS DESCENTRALIZADAS

Pois é a nova cereja do bolo do mundo do blockchain tem como promessa revolucionar o mercado de criptoativos.

Baseado em um sistema de Finanças Descentralizadas, o DeFi funciona por meio do Ethereum que consiste em uma tecnologia que hospeda moedas digitais; mas pode ser usada para pagamentos e como plataforma de aplicativos.

A plataforma Ethereum apresenta um diferencial em relação ao Bitcoin, por funcionar em um sistema aberto permite variados tipos de aplicações programadas e interoperáveis.

Neste sentido pode-se afirmar que a principal característica do DeFi é a ausência de uma autoridade financeira centralizada tal como os bancos responsáveis por grande parte do caos econômico devido à cobrança de altas taxas de movimentação e transações financeiras.

“O DeFi é um protocolo em blockchain que usa criptoativos em aplicações financeiras mais complexas do que meras transferências de valores”, explica a advogada Tatiana Revoredo, especialista em blockchain pela Universidade de Oxford e pelo Massachusetts Institute of Technology (MIT). O advogado Rodrigo Caldas de Carvalho Borges, membro-fundador da Oxford Blockchain Foundation, define o DeFi como “programações que determinam regras e métricas que, uma vez atingidas, acionam uma autoexecução”[1].

O grande diferencial do DeFi é a possibilidade de realizar outras transações além de apenas pagamentos como acontece com o Bitcoin, possibilitando a realização de empréstimos, financiamentos e diferentes serviços financeiros por meio de smart contracts (contratos inteligentes).

De acordo com Caio Nascimento do site Seu Dinheiro[2] o DeFi apresenta duas vantagens em relação às plataformas de blockchain já existentes:

  • Acessibilidade: o sistema descentralizado é acessível a todos, sendo você o próprio custodiante do seu dinheiro (alocado em criptos), e sem a necessidade de fornecer seus documentos para as instituições financeiras aprovarem ou não;
  • Transparência: por ser tudo gravado no blockchain de uma grande plataforma, como a Ethereum, tudo é registrado automaticamente e pode ser visto a qualquer hora;

A DeFi está inserida no novo paradigma da criptoeconomia que combina criptografia com as demandas do mercado financeiro e dos softwares houses (SHs) que consistem em aplicativos personalizados para atender a demanda de serviços prestados por uma determinada empresa.

Os tipos de DeFi mais comuns são os stable coins (moedas digitais vinculadas a ativos de reserva ou a moedas fiduciárias) e os wrapped bitcoin ou bitcoin embaralhado[3] que tem como função solucionar problemas de comunicação na rede mantendo uma cadeia de entrada de bitcoins na ethereum.

2021 SERÁ O ANO DA DEFI?

Segundo dados da Cointelegraph[4] o valor investido em DeFi no ano de 2020 representou mais de 40 bilhões de dólares o que demonstra otimismo do mercado neste tipo de transação; embora os investidores alertem para a necessidade de cautela nas negociações.

Entre as novidades do DeFi podemos acrescentar a criação do Value DeFi criado em agosto de 2020 na Ethereum Mainnet e oferece os seguintes produtos:

vPegSwap: Este é um criador de mercado de ação automática para moedas  estáveis ​​que podem ser garantidas ou não na forma de Seigniorage.

vFarms (FaaS): Um recurso exclusivo do Value DeFi é o vFarm (Farms-as-a-Service), que simplifica ainda mais os procedimentos necessários na criação de projetos. Os usuários são aliviados do ônus de depositar pagamentos adiantados ou bifurcação antes de poderem investir no pool de liquidez. As vFarms são criadas e projetadas para a grande comunidade, que pode então fazer o juramento pelo token. Isso está de acordo com o objetivo do Value DeFi de justiça e acessibilidade para todos. A criação de um vFarm na plataforma é um serviço gratuito para 

projetos. O recurso vFarm também permite que os usuários recebam tokens predefinidos em cada bloco.

vSwap: Funciona como uma troca descentralizada que incorpora roteamento inteligente enquanto permite que os membros personalizem pools de tokens com taxas de troca dinâmicas e encargos de troca. Os comerciantes podem, portanto, trocar ativos por meio desse recurso e desfrutar de enormes retornos sobre o investimento de seus fundos apostados. Outro recurso atraente permite que os usuários tenham lucro quando outros usuários facilitam uma troca com base em um token fixo com liquidez. Os tokens VLP são emitidos para os provedores de liquidez que também têm a oportunidade de aumentar sua criptografia, obtendo mais lucro na plataforma.

vSafe: Este é outro recurso automatizado que incorpora táticas exclusivas para aumentar o interesse dos ativos e reinvesti-los. Esta é a razão pela qual você pode ver APY “infinito” para alguns vSafes.

vTokens: este recurso pode ser vinculado a outros tokens de forma descentralizada, mesmo se eles forem criados em cadeias diferentes, como Binance, Ethereum ou Polkadot[5].

Explicitamente a implementação de ethereum na DeFi é bastante atraente em longo prazo já que elimina a competitividade direta e apresenta um custo relativamente baixo.

TOKENS DEFI

Para compreender o conceito de token é necessário compreender que uma moeda digital ou criptomoeda é definida como um ativo criado em uma blockchain como, por exemplo: bitcoin; ether e litecoin. Na blockchain são registradas as transações realizadas através da rede ponto-a-ponto (peer-to-peer).

Entretanto os tokens são gerados em blockchains e estão vinculadas a contratos inteligentes – smart contracts sendo que o Ethereum é o token mais conhecido e também o mais utilizado para transações e projetos.

O site DeFi Rate[6] apresenta alguns tokens onde os usuários podem conhecer o funcionamento de DeFi:

Aave - AAVE

Fornecimento total: 16.000.000 AAVE

Aave é um protocolo de empréstimo líder que utiliza um token nativo AAVE para proteger o protocolo e participar da governança.

Synthetix - SNX

Oferta total: 190.075.446

Synthetix é um protocolo derivado líder apoiado por um token SNX nativo.

yEarn - YFI

Fornecimento total: 30.000 YFI

yEarn é um agregador de liquidez automatizado que oferece várias oportunidades de cultivo de safra diferentes .

Uniswap - UNI

Fornecimento total: 1.000.000.000 UNI

Uniswap é a principal bolsa descentralizada em DeFi.

Sushiswap - SUSHI

Oferta total: 250.000.000 SUSHI

SUSHI é o token de governança do Sushiswap AMM e protocolo de empréstimo.

Composto - COMP

Fornecimento total: 10.000.000 COMP

Como o token de governança nativo por trás do protocolo de empréstimo líder, o COMP é obtido pelos usuários para emprestar ou tomar empréstimos de ativos.

Rede Kyber - KNC

Fornecimento total: 210.623.056 KNC

A Kyber Network é um DEX líder que captura valor por meio de um token nativo - Kyber Network Crystals (KNC). As taxas cobradas na troca são amplamente utilizadas para queimar KNC.

Maker - MKR

Fornecimento total: 1.005.577 MKR

Maker é o protocolo de empréstimo descentralizado responsável pela criação do DAI .

0x Protocolo - ZRX

Fornecimento total: 1.000.000.000 ZRX

0x Protocol é um protocolo de liquidez DEX usado para canalizar liquidez para várias bolsas diferentes.

Balanceador - BAL

Fornecimento total: 100.000.000 BAL

Balancer é um protocolo automatizado de gestão de ativos e liquidez governado por um token nativo - BAL .

UMA - UMA

Fornecimento total: 100.224.817 UMA

UMA é um protocolo derivado para a criação de ativos sintéticos sem permissão.

Curva - CRV

Fornecimento total: 3.030.000.000 CRV

Curve é um agregador de liquidez para ativos do mesmo tipo, como stablecoins e invólucros de Bitcoin.

Alpha Finance - ALPHA

Fornecimento total: 1.000.000.000 ALPHA

Alpha Finance é um agregador de produção agrícola por trás do Alpha Homora , um produto para emprestar ETH ocioso que é usado para cultivar com alavancagem.

Cooperativa de Índice - INDEX

Fornecimento total: 10.000.000 INDEX

Index Cooperative é um protocolo de gerenciamento de índice de governança comunitária por trás do DeFi Pulse Index (DPI).

Protocolo Ren - REN

Fornecimento total: 1.000.000.000 REN

O protocolo Ren é uma ponte interoperável para portar ativos para Ethereum usando o RenVM .

Nexus Mutual - NXM

Fornecimento total: 4.355.684 NXM

Nexus Mutual emite NXM para membros mútuos em troca de ETH que é depositado no Capital Pool para proteção contra vulnerabilidades de contratos inteligentes.

Bancor - BNT

Oferta Total: 69.148.554 BNT

Bancor é um DEX alimentado por um token nativo - BNT.

Loopring - LRC

Fornecimento total: 1.374.513.897 LRC

Loopring é um protocolo de troca de camada 2 que oferece soluções de escalabilidade para otimizar o rendimento no Ethereum.

Numerai - NMR

Fornecimento total: 10.979.551 NMR

Numerai é um fundo de hedge baseado em IA responsável pela criação do Erasure - um protocolo de predição no qual os usuários depositam NMR para sinalizar confiança em suas predições.

bZx - BZRX

Fornecimento total: 1.030.000.000 BZRX

bZx é um protocolo de empréstimo e margem por trás de produtos como Fulcrum e Torque.

PieDAO - DOUGH

Fornecimento total: 100.000.000 DOUGH

PieDAO é um protocolo de gerenciamento de ativos automatizado que oferece acesso a uma variedade de índices DeFi.

mStable - MTA

Fornecimento total: 100.000.000 MTA

mStable é um agregador de liquidez para tokens do mesmo tipo, chamados de mASSETS, como o mUSD.

Ainda é possível salientar os denominados SABORES[7] que são tokens de protocolos fornecidos a um depositante para fornecer ativos a um protocolo DeFi. Abaixo segue alguns sabores de token:

cTokens - tokens ERC-20 que representam um empréstimo subjacente fornecido no Compound Finance . Os cTokens acumulam juros ao longo do tempo com base na taxa de juros de fornecimento e, portanto, cada token se torna resgatável em um valor crescente do ativo subjacente.

dTokens - O sabor do token do Dharma que oferece os mesmos benefícios dos cTokens com 10% dos juros coletados sendo desviados para o Dharma como um fluxo de receita.

oTokens - oTokens são opções oferecidas no protocolo de convexidade usado em produtos como o Opyn . Ao comprar uma opção de venda, os usuários recebem oTokens em troca.

TokenSets - Definir tokens de gerenciamento de ativos baseados em protocolo. Os investidores compram em um único token ERC-20 com uma estratégia de negociação programável e componentes subjacentes como ETH e cUSDC.

tBTC - um sistema descentralizado e sem confiança para empacotar Bitcoin proposto pelo Keep Project e o Cross-Chain Working Group. O Bitcoin é depositado em uma carteira multi-sig, onde os detentores da chave são incentivados a agir de acordo, bloqueando outros ativos criptográficos como garantia (neste caso, ETH). Assim que isso for confirmado na cadeia, o contrato inteligente TBTC cunha o usuário com um equivalente 1: 1 do token no Ethereum.

wBTC - é uma estrutura multi-institucional para empacotar Bitcoin no Ethereum por meio do uso de Comerciantes e Custodiantes para emitir, queimar e custódia dos ativos subjacentes.

Quanto aos projetos de DeFi grande parte está associada à tokens de governança que podem ser representados por exchanges descentralizadas, sistemas de empréstimos, derivativos sintéticos, sistema de moeda estável, etc[8].

Tokens de governança são tokens de voto nos parâmetros que podem ser utilizados como provedores de liquidez para as DEXes.

 

APRENDENDO CONCEITOS

Seigniorage: do português – Senhoriagem. Termo derivado do período europeu feudal refere-se ao direito que os Senhores Feudais possuíam de cunhar suas próprias moedas.   Na atualidade representa a capacidade dos bancos centrais de emitirem e armazenarem as moedas fiduciárias dos seus respectivos países.  

ETH - Ether (ETH) é a criptomoeda gerada pelo protocolo Ethereum como uma recompensa aos mineradores em um sistema de prova de trabalho por adicionar blocos ao blockchain. É a única moeda aceita no pagamento de taxas de transação, que também vão para os mineradores.

Farms: são baseadas no modelo dos startups indianos que desenvolveram modelos agrotecnológicos onde os agricultores podem realizar empréstimos de equipamentos sem intermediação do governo. O modelo oi criado em 2016 pelos indianos Abhilash Thirupathy e Karthic Ravindranath que intermediam por meio de aplicativo o empréstimo de equipamentos agrícolas.

Farm – também pode ser definida como tática de jogo onde são realizadas ações repetidas para conseguir algum ganho ou experiência.

FaaS - Function as a Service : consistem em um serviço de computação em nuvem que abstrai  questão de servidor e máquinas onde rodam os seus programas. Usando o Servless e computação em nuvem (Cloud Provider) permite ao usuário desenvolver e gerenciar suas aplicações.

Blue Chips: termo associado às fichas azuis do jogo de pôquer sendo as mais valiosas nas jogadas representam as ações de primeira linha, emitidas pelas grandes empresas e que possuem uma boa estabilidade financeira.

Taxa de gás: são as taxações pagas para realiar as transações nos aplicativos descentralizados.

 

REFERÊNCIAS

 

GREGORIO, Rafael. Entenda o DeFi, aplicação que ‘turbina’ o bitcoin e cresceu mais de 20 vezes no ano. Valor Investe, São Paulo 28/12/2020 06h30. Disponível em: <https://valorinveste.globo.com/mercados/cripto/noticia/2020/12/28/entenda-o-defi-aplicacao-que-turbina-o-bitcoin-e-cresceu-mais-de-20-vezes-no-ano.ghtml>; acesso em 20/05/2021.

NASCIMENTO, Caio. Não é só o bitcoin: criptos ‘DeFi’ subiram 400% nos últimos seis meses e podem se valorizar mais em 2021; conheça. Seu Dinheiro, 2 de fevereiro de 2021. Disponível em: <https://www.seudinheiro.com/2021/patrocinado/empiricus/nao-e-so-o-bitcoin-criptoativos-defi-subiram-400-nos-ultimos-seis-meses-e-podem-se-valorizar-mais-com-avanco-tecnologico/>; acesso em 20/05/2021.

FOXBIT. O que é uma stablecoin? Foxbit, abril 29, 2021. Disponível em: <https://foxbit.com.br/blog/o-que-e-uma-stablecoin/>; acesso em 20/05/2021.

HUILLET, Marie. Valor alocado em aplicações de finanças descentralizadas cresce 4.000% em um ano. Exame – Future of Money – FM, Cointelegraph, 10/02/2021. Disponível em: < https://exame.com/future-of-money/blockchain-e-dlts/valor-alocado-em-aplicacoes-de-financas-descentralizadas-cresce-4-000-em-um-ano/>; acesso em 21/05/2021.

PLATÃO. Como 'Value DeFi' está revolucionando a indústria de blockchain. Blockchain, 23 março, 2021. Disponível em: <https://zephyrnet.com/pt/como-a-defini%C3%A7%C3%A3o-de-valor-est%C3%A1-revolucionando-a-ind%C3%BAstria-de-blockchain/>; acesso em 21/05/2021.

DEFI RATE.  Tendências de DeFi Token para 2021. s/d. Disponível em: < https://defirate.com/tokens/ >; acesso em 24/05/2021.

DEFI RATE.  Tendências de DeFi Token para 2021. s/d. Disponível em: < https://defirate.com/tokens/ >; acesso em 24/05/2021.

CRIPTOS. Entenda o que são tokens de governança e o Protocolo MIRROR. Jan. 25, 2021. Disponível em: < https://criptos.com.br/entenda-o-que-sao-tokens-de-governanca-e-o-protocolo-mirror/>; acesso em 22/05/2021.

INDIA ASHOK. Five farming-as-a-service startups that are empowering farmers, and making the sector more profitable.  YOURSTORY, March 21, 2019. Disponível em: <https://yourstory.com/2019/03/faas-agritech-startup-farmers-profitable-6zmc83lyci/amp>; acesso em 22/05/2021.


[8] https://criptos.com.br/entenda-o-que-sao-tokens-de-governanca-e-o-protocolo-mirror/


[7] https://defirate.com/tokens/


[6] https://defirate.com/tokens/


[5]https://zephyrnet.com/pt/como-a-defini%C3%A7%C3%A3o-de-valor-est%C3%A1-revolucionando-a-ind%C3%BAstria-de-blockchain/


[4] https://exame.com/future-of-money/blockchain-e-dlts/valor-alocado-em-aplicacoes-de-financas-descentralizadas-cresce-4-000-em-um-ano/


[3] https://foxbit.com.br/blog/o-que-e-uma-stablecoin/


[2]https://www.seudinheiro.com/2021/patrocinado/empiricus/nao-e-so-o-bitcoin-criptoativos-defi-subiram-400-nos-ultimos-seis-meses-e-podem-se-valorizar-mais-com-avanco-tecnologico/


[1]https://valorinveste.globo.com/mercados/cripto/noticia/2020/12/28/entenda-o-defi-aplicacao-que-turbina-o-bitcoin-e-cresceu-mais-de-20-vezes-no-ano.ghtml

Comunidade Legal Hub
Adriana Siliprandi
Adriana Siliprandi Seguir

Advogada, Administradora e Empreendedora no mercado de Criptoativos, Tokenização e Fintechs, com foco em Inovação e Blockchain. Palestrante e Coautora dos livros “Blockchain, Bitcoin e Smart Contracts” e “Manual do Crescimento”.

Ler conteúdo completo
Indicados para você