[ editar artigo]

Empilhamento de habilidades e o Direito

Empilhamento de habilidades e o Direito

Você já deve ter ouvido falar nos “profissionais do futuro” e em como o Direito está mudando, em Advocacia 4.0, 5.0 e etc. Mas você sabe o que é necessário para estar apto a esse futuro?

Quando eu era caloura na faculdade, sempre falavam muito sobre a capacidade “natural” de argumentação dos advogados. Mas eu não tinha capacidade nenhuma de argumentação, travava quando precisava apresentar trabalhos e não sabia articular muito bem minhas opiniões.

Será que eu não fui feita para o Direito? Ou será que mesmo dentro da universidade, não se falava o suficiente sobre as habilidades paralelas que precisamos desenvolver para sermos bons profissionais?

Hoje em dia eu tenho certeza de ser a segunda opção. Meus antigos colegas, que durante o curso tinham vários conhecimentos sobre assuntos diferentes, sabiam falar em público e criavam network muito rápido, estão decolando nas carreiras que escolheram, mesmo fora do Direito.

Já sabemos que o mundo está mudando e as verdades dentro do mundo jurídico também. Sempre ouvimos que quem faz direito estuda o resto da vida.

Mas esses estudos são mais profundos do que nos contavam.

Por exemplo, hoje se espera que advogados sejam bons em produzir conteúdo para a internet (ou pelo menos saibam mexer bem em ferramentas digitais).

Se você prestar atenção em quais são os novos profissionais mais procurados, verá que aqueles trabalhando em grandes escritórios e os que estão produzindo conteúdo para Instagram e Facebook são os mais requisitados.

Para conseguir esse feito, é necessário saber mais do que o básico. A chave é entender e aplicar o que chamamos de “empilhamento de habilidades”.

O que é o empilhamento de habilidades

O empilhamento de habilidades é, em palavras simples, saber mais do que o obrigatório.

Fazer parte daqueles 10% mais habilidosos ou conhecidos em determinado assunto não é o suficiente. Você necessariamente precisa ser melhor em algo a mais para se destacar, nem que seja para se fazer conhecido.

Aí entra o empilhamento. Os melhores hoje em dia não são mais aqueles que possuem todo o conhecimento disponível sobre um único assunto, mas aqueles com capacidades diferentes que se interligam.

Por exemplo, dentro do Direito, uma pessoa capaz de falar muito bem e escrever muito bem pode ser um bom advogado. Agora, uma pessoa que além disso consegue diagramar muito bem ou tem habilidades de copywriting, desenvolveu sua inteligência emocional e é capaz de discursar, passa muito a frente.

Não é preciso ser um especialista em todos esses assuntos, uma noção básica em cada um deles já ajuda o profissional a se destacar no mercado.

Mas não é só isso. Você precisa saber quais habilidades melhorar, quando estudar, como aplicar cada coisa que aprendeu.

As melhores habilidades não são aquelas que combinam e parecem “fazer sentido” juntas, mas sim as que se complementam muito bem.

Você sabe o que é preciso estudar para ser um profissional do futuro?

A primeira e principal habilidade é a Inteligência Emocional. Ela é útil para todo e qualquer profissional e estudante.

Essa habilidade ajuda a entender como você e as pessoas ao seu redor lidam com as emoções. Ela ajuda a ter empatia com quem te procura em busca de ajuda e também é útil para ensinar a lidar com as frustrações do dia a dia.

Quem não possui inteligência emocional nos dias atuais com certeza ficará para trás na vida profissional, pois essa já foi considerada como essencial ao mercado de trabalho.

A segunda habilidade que qualquer pessoa dentro da área jurídica deve desenvolver é o marketing digital. Nele incluem-se noções de design e copywriting.

O motivo é simples: as pessoas estão migrando para o mundo digital. Se você quer trabalhar com elas, deve conseguir falar a mesma língua.

Você deve conseguir escrever e vender suas ideias. Mas também deve conseguir fazer isso de forma agradável. As pessoas estão ficando mais exigentes com quem contratam, pois existem muitos profissionais da área e quem se destaca positivamente são os que conseguem chamar a atenção da forma certa.

Advogados são famosos por sua capacidade de oratória e argumentação. Mas se eles possuírem um pensamento criativo e rápido, serão capazes de pensar em soluções inovadoras para os problemas dos seus clientes.

Esse é a ideia que o profissional do futuro deve ter em mente: não basta saber o que a faculdade ensina. Você precisa procurar em outras áreas conhecimentos que possam te colocar um passo a frente todos os dias.

Empilhe suas habilidades, busque conhecimentos diferentes que possam ser aplicados de forma criativa no seu dia a dia. Já sabe por onde vai começar? 

Comunidade Legal Hub
Ler conteúdo completo
Indicados para você