[ editar artigo]

BUSINESS INTELLIGENCE PARA OTIMIZAR OS PROCESSOS DO SEU NEGÓCIO

BUSINESS INTELLIGENCE PARA OTIMIZAR OS PROCESSOS DO SEU NEGÓCIO

A tecnologia existe para facilitar nossas vidas. Hoje é impensável a vida sem smartphone ou internet. O mesmo acontece com as profissões, são várias as facilidades tecnológicas criadas para deixar o trabalho mais simples. No mundo jurídico já existe Inteligência Artificial empregada em melhorias para escritórios e outra grande tendência é o Business Intelligence (BI ou Inteligência de Negócios, em português). Trata-se de uma ferramenta que faz a coleta, organização, análise, monitoramento e compartilhamento de informações e dados que dão suporte à gestão de diferentes negócios. 

O BI já é aplicado em diversos segmentos que trabalham com Big Data e grandes fluxos de informação, mas a tecnologia foi incorporada recentemente em escritórios de advocacia. O BI permite acompanhar processos e protocolos em tempo real, melhorando a relação com clientes, a organização das informações e uma vantagem competitiva com relação a escritórios que não utilizam o método.  A tecnologia da informação nunca andou tão próxima com a otimização de negócios. 

Quem trabalha com questões jurídicas enfrenta vários desafios diários e principalmente para as startups que já trabalham com o mundo digital, o BI representa a otimização dos serviços, conseguindo atingir um maior fluxo de produção. Com um software adequado é possível saber como está a eficiência do escritório e gerar dados para descobrir como melhorar. O BI tem a vantagem de mapear as informações e realizar operações em nuvem, o que proporciona o armazenamento e a consulta de dados em uma plataforma integrada e única. 

A modernização do escritório e uma diferenciação no marketing, dependem de Business Intelligence. Para escritórios e empresas é uma forma de se manter sempre conectado a tudo que acontece com os processos que está trabalhando. Além de melhorar a performance e a velocidade do profissional, o BI evita o armazenamento de documentos físicos. A atividade jurídica exige uma forma mais segura de guardar informações. Processos e protocolos em nuvem impedem possíveis dores de cabeça que documentos em papel podem trazer. 

A Inteligência de Negócios não é somente a informatização do escritório, mas também suas formas de criar estratégias para um melhor desempenho do negócio. Sua capacidade não é restrita ao âmbito tecnológico, porque depende de um trabalho que envolve os procedimentos já realizados no escritório e de que forma eles podem ser otimizados para funcionarem melhor no ambiente digital. A informatização no direito agiliza o fluxo de trabalho e integra as ferramentas para melhor utilização do advogado. Dessa forma ele tem mais tempo para criar estratégias eficazes para atender seus clientes. 

O objetivo é que depois de criados por equipes de TI ou legaltechs, os softwares tenham capacidade para ser gerenciados nos escritórios e empresas.  Assim, os advogados conseguem emitir relatórios e gráficos, além de inserir informações na plataforma sem complicações. Cuidando adequadamente do fluxo de dados é possível obter informações decisivas para o futuro do negócio. Nas mãos dos gestores certos e com o tratamento dos dados, o BI é uma ferramenta poderosa para o crescimento e melhor desempenho dos escritórios de advocacia.  

 

Equipe @startlaw_

Comunidade Legal Hub
Ler matéria completa
Indicados para você