[ editar artigo]

A Controladoria Jurídica com olhar no Desenvolvimento Humano

Inicialmente, é importante fundamentar que a Controladoria Jurídica é um setor do escritório de advocacia que atua no suporte ao setor jurídico, a fim de garantir sua efetividade, qualidade, segurança e agilidade na produção jurídica. Da mesma forma, atua como guardião do software de gestão, assegurando a integridade das informações, fiscalizando e mantendo os procedimentos padrões estabelecidos.

A cultura organizacional do jurídico não está tão familiarizada com essa metodologia padronizada de atividades e com o fluxo de atividades que exigem cada vez mais de sua disciplina e produtividade. Na verdade, a resistência quanto à administração do tempo para cumprimento das atividades é muito grande.

Por essa razão, ressalva-se as pessoas são os principais ativos de nossa Advocacia, o que nos proporciona uma visão do valor real de cada uma. Assim, a prioridade em relação ao Desenvolvimento Humano torna-se um quesito essencial entre as sociedades.

E por que apenas nesse momento? Veja bem! Isso é decorrente das mudanças que ocorrem constantemente por mais que sigam um padrão. As pessoas diferem uma das outras e por mais que tenhamos procedimentos instaurados dentro do escritório que exigem o comportamento comum, é preciso lembrar que as diferenças nos permitem viver em comunidade.

À vista disso, compreende-se, que para o universo jurídico, alguns comportamentos estão sendo reestruturados ao mesmo tempo que atuamos com um avanço tecnológico que transforma seus modelos organizacionais. Aliás, não podemos deixar de salientar que por meio de modelos organizacionais hierárquicos que visualizamos o poder de integração das pessoas.

Outrossim, além da ausência de conhecimento sobre os métodos atuamos diretamente com um modelo pouco integrativo. E com o desenvolver da sociedade essa concepção está sendo modificada por meio dos modelos organizacionais colaborativos. A partir do momento que adotamos essa ferramenta para integrar nosso modelo organizacional, o desempenho e o autoconhecimento, melhoram gradativamente com a qualidade de vida.

Tenho a convicção de que no momento que descobrimos o valor da nossa hora de trabalho, passamos a valorizar muito as atividades que realizamos, dando foco necessário a uma única coisa.

Portanto, é importante apresentar para a equipe a necessidade de olharmos para as pessoas além de procedimentos, de modelos organizacionais, dos títulos, cargos e funções. E por mais que tenhamos de trabalhar com procedimentos nosso olhar precisa mudar para que possamos enxergar além de nossa atuação e mais para quem está ao nosso lado.

 

 

 

Comunidade Legal Hub
Kamille Ziliotto
Kamille Ziliotto Seguir

Advogada, consultora em Produção Jurídica, palestrante e autora de artigos em Gestão Legal.

Ler conteúdo completo
Indicados para você